• Joaquim Marinho

Raspagem de piso de madeira

Atualizado: 14 de Dez de 2019


  • A raspagem é o primeiro passo da recuperação, uma vez que o processo retira todos os danos e imperfeições aparentes. Ela é feita a cada sete ou dez anos, dependendo do desgaste do material. Como a ação diminui a espessura da matéria-prima, o ideal é que o piso seja raspado por no máximo seis vezes durante sua vida útil. Vale lembrar que a raspagem não é indicada para a madeira de demolição. “Ao lixarmos a madeira, ela perde toda a sua característica original. Nesse caso, aconselhamos a troca da

tábua danificada. Também vale encerar o piso pelo menos uma vez durante a semana A resina protege a madeira do desgaste do tempo. Hoje, há no mercado diversas substâncias que cumprem esse fim, mas com propriedades diferentes. As resinas à base de água são as mais indicadas pelos profissionais porque têm secagem rápida – de até quatro horas –, ausência de cheiro forte e a possibilidade de retoques, quando necessário. Contudo, quem opta por esse produto paga mais caro, uma diferença de até R$ 30 por m². Já os produtos à base de formol, ureia e solventes (entre eles, o sinteco) são mais vantajosos financeiramente e muito resistentes à abrasão. Nesse caso, porém, a madeira clara pode sofrer oxidação com a aplicação do produto e o cliente deve estar preparado para aguentar por alguns dias o odor forte característico dessa resina – não aconselhado para alérgicos. Em ambos os casos, a limpeza não exige muito do morador, somente um pano úmido.

#Stocks

21 visualizações
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now